segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

Tenho a impressão de que, talvez, apenas talvez, o problema seja eu...

sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

Vírgula, por favor...usem a vírgula!


USEM

A

VÍRGULA

!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

Das certezas da vida

Dizem que na vida, temos duas certezas.

A primeira, o especial de fim de ano do Roberto Carlos.

segunda-feira, 10 de outubro de 2016

Evangelho Apócrifo do dr. Alfredo


Aviso: contém ironias, críticas, blasfêmias e deboche. Pessoas que se incomodam com cenas de sexo explícito podem ler à vontade, mas os que se incomodam com baboseiras blasfêmicas são aconselhados a clicar no link “Próximo blog”.

segunda-feira, 5 de setembro de 2016

Sim, esse mundo anda meio estranho... ou eu que ando meio, assim... Ta tudo de cabeça pra baixo, acredite. E não, isso não é ruim.

quinta-feira, 7 de julho de 2016

Moscou

Estou deitado, olhos fechados, tentando esvaziar minha cabeça, quando ouço a voz dela.
– Há quanto tempo, não?

quinta-feira, 17 de março de 2016

quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

Você veio, assim, PAM! Simplesmente veio. Chegou discretamente, mas decidida. Encontrou aquela brecha que há tanto tempo estava aberta e se instalou ali, com a naturalidade de quem deita na própria cama. Como se aquele espaço estivesse desde sempre reservado pra você. Com seu nome escrito e tudo mais. Começou com uma presilha de cabelo esquecida na cômoda, um cheiro no travesseiro, uma lembrança de um sorriso meio tímido. Depois vieram fios de cabelo caídos no sofá, uma toalha úmida, uma peça de roupa esquecida embaixo da cama. Mais tarde foi uma troca de roupa limpa, um pijama, um vidro de xampu para o seu tipo de cabelo. E agora, é sua roupa no varal, sua escova de dentes junto à minha, e esse vazio infinito toda vez que você se vai. E a eterna espera por "amanhã"...

-------------------------------------------------------------------

Estava escuro, mas mesmo assim atirei uma flecha pro alto, mirando naquele pássaro...mesmo sabendo que a flecha possa voltar e me atingir, espero que traga o que almejei...